Jeremoabo: Denúncia feita pela oposição sobre distribuição dos peixes em 2021 é julgada improcedente pelo Tribunal

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
page-p538wf86drfwv56fgo37v5dtgjxfy7nlr4au1b4dfs

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), em sessão realizada nesta quarta-feira (09), julgou improcedente uma denúncia apresentada por parte dos vereadores de oposição do município que tratava de ato de improbidade administrativa e crime de responsabilidade, de 17.11.2021, relativo à aquisição e distribuição de peixes no município.

Foi denunciado que foi comprado o peixe a 15,00 e o custo era 8,00. Após análise, a denúncia foi considerada improcedente e não foi aceita pela Corte em função de que o relator alegou que o preço pago não foi apenas para o peixe, mas para transporte, embalagem, etc.

A prova em Nota Fiscal apresentada também não foi aceita pelo relator. Os demais julgadores acompanharam o relator na votação.

Temos que ficar de olhos abertos e ouvidos atentos diante da forma que alguns vereadores da cidade atribuem o seu papel de fiscalizar. Se faz necessário dizer que nem sempre a oposição cumpre com o seu real dever de legislar, os interesses políticos, as ideologias do seu líder, podem está acima de tudo, até mesmo do bem estar da população mais carente.

É importante também destacar que pela primeira vez na história da cidade  jeremoabense, um governo teve o olhar especial para famílias de baixa renda,  que fossem contempladas  em plena Semana  Santa, com a distribuição farta de peixes, para muitos que na maiorias das vezes nem tem o que comer, neste que é um período de reflexão sobre  morte e ressurreição de Cristo.

Deixe seu comentário