Jeremoado: prefeitura classifica de “Fake News” e “politicagem” denúncia sobre funcionário fantasma

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
f2w603w2djkrl7fokifw835lp

Mais cedo, Antônio Jadson, chefe de Gabinete da prefeitura de Jeremoado, deu declarações à imprensa sobre denúncias de que na prefeitura teria funcionários fantasmas. Inclusive, um ex-funcionário deu entrevista a um site de Paulo Afonso alegando que foi prejudicado, que não teve direito ao auxílio emergencial do governo federal em razão de seu nome constar como funcionário da prefeitura.

O chefe de Gabinete, negou todas as acusações e disse que tudo não passa de politicagem e Fake News.

“As denúncias são graves. O cidadão de nome Marcos Andrei diz que seu nome foi utilizado como funcionário fantasma, talvez ele tenha feito uma grande confusão. O mesmo trabalhou na prefeitura, sendo admitido em 03/09/2018, e demitido no dia 31/05/2019”, explicou Antônio.

Ainda segundo o chefe de Gabinete, o site foi parcial porque não buscou ouvir a prefeitura sobre a situação do ex-funcionário.

“O objetivo foi único e exclusivo de vender a notícia, uma Fake News. Desde maio o cidadão [que denunciou a prefeitura] não tinha vínculo com o município. Quando ele teve seu auxílio negado pelo governo federal, bastava vir ao setor pessoal da prefeitura e pedir a ficha cadastral e funcional. O setor já está autorizado pelo município a expedir uma certidão/declaração informando a desvinculação do funcionário. Com isso, ele levaria ao órgão competente e apresentava suas razões de que precisa do benefício e certamente seria atendido”, completou as explicações Antônio Jadson.

Jadson terminou as declarações informando que essa prática de funcionário fantasma não existe na gestão de Deri de Paloma, e que a prefeitura vai tomar providências contra as “Fake”.

Deixe uma resposta