Mesmo com redes de contenção, baronesas continuam chegando no Balneário Prainha

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
1e9c8374-cc20-4b3d-8e0b-9e8d5079181d

As baronesas (plantas aquáticas), continuam chegando as margem da área de banho do Balneário Prainha, em Paulo Afonso. Desde o início da semana, uma equipe da prefeitura, está trabalhando no local para a limpeza e remoção das plantas.

Em julho deste ano, o município colocou contenção com 500 metros de extensão e 50 centímetros de altura será colocada entre a margem direita do lago (dique da BA 210) e a ilha próxima ao canal da Usina PA IV. A rede confeccionada em aço, revestida com material plástico para evitar corrosão, é presa por cabos de aço às duas bases de concreto, construídas uma em cada lado.

Para evitar o deslocamento, pesos de concreto distribuídos ao longo da área, funcionarão como âncoras, mais não foi o suficiente para conter a chegada de mais baronesas nos locais de banho do rio.

O trabalho foi uma ação conjunta entre as secretarias de Turismo, Indústria e Comércio, Administração e Infraestrutura, com o objetivo de resolver a chegada da planta à margem do rio.

Deixe seu comentário