Lembrando pedido do pai, e chorando copiosamente, Luiz de Deus desabafa: ‘Meu irmão me fez muita falta’

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
DSCF9249

PAULO AFONSO – Com gente saindo pelo ladrão, uma infinidade de carros e cercada de grande expectativa, vale dizer: mais do governo que da oposição, fomentadas pelo tsunami de boatos que surgiram após a reunião dos irmãos Luiz e Paulo, respectivamente, prefeito e ex-prefeito, aconteceu no Creia, nesta sexta-feira 24,  o lançamento oficial da campanha do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), que tentará renovar o mandato.

Queimando a língua

Antes de prosseguir cumpre revelar:  foi saboroso ver o teatro e a forçação de barra daqueles que zombaram de Paulo de Deus há dois anos; que lhe imputaram alcunha maliciosas, e agora, na eminência de perder a ‘boquinha’ na prefeitura, se desmancharam em  elogios, alguns aos berros. Causou vergonha alheia.

A volta dos irmãos, um show à parte

Havia logicamente, muita expectativa na plateia, que os irmãos já jogassem as cartas na mesa, e dissessem quem fica e quem sai. Porém, seria insano fazê-lo. A hora do bote, convenhamos, não é com uma campanha em curso.

Note-se: secretários mais chegados  no ex-prefeito Anilton Bastos, sequer subiram no pequeno espaço em que Luiz, Paulo, Luizinho e Aleluia estavam, ficaram cercando, alguns preferiram o lado de fora, como se fossem de outro grupo.

Contudo, Luiz de Deus reiterou seu apoio tanto a Anilton (Podemos- candidato à Assembleia do Estado) como ao governador Rui Costa (PT). Deixou claro que manterá a palavra.

O prefeito se emocionou logo que o amigo Marcondes Francisco (presidente da Câmara Municipal), lembrou os mais de trinta anos de parceria e as conquistas que trouxeram para Paulo Afonso, fazendo memória do ex-vereador e amigo, Antônio Alexandre.

Mas o que fez o irmão mais velho balançar foi a acolhida ao irmão mais novo. Ao ser chamado e ovacionado pelos presentes, Luiz ficou impactado. Tita Verdureiro, sempre preocupado, trouxe-lhe água, e mais água.

Quando finalmente fez a apresentação do seu candidato Aleluia, chamou Paulo para perto de si, envolveu-lhe num abraço, e com voz embargada disse: “Meu pai sempre nos pediu ‘sejam unidos’, e esse tempo que você ficou longe… me fez muita falta, é um irmão muito querido”, o discurso foi selado com um beijo na face e o público veio abaixo.

 

https://www.facebook.com/ivonelima.lima/videos/1774750619309600/

 

Deixe seu comentário