Espaço na vice de Neto ainda gera debate interno e pode forçar ‘nome fora do radar’

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
IMAGEM_NOTICIA_5

Apesar de uma “tendência” para que o Republicanos indique o nome do vice na chapa do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União)  interlocutores de partidos do entorno de Neto ainda acreditam que o pré-candidato ao governo poderá ter que “tirar um coelho da cartola” para ocupar o espaço.

Ao Bahia Notícias, aliados de Neto apontaram que dois nomes próximos de Neto têm trabalhado na indicação de Marcelo Nilo (Republicanos): os também deputados Elmar Nascimento e Paulo Azi. Outro fator de peso para a indicação de Nilo seria que, mesmo comentando que o histórico de parceria entre o Republicanos e Neto, justifica o pleito da sigla pela indicação , o deputado federal Márcio Marinho já estaria sinalizando nos bastidores que não teria interesse em compor a chapa, liberando o espaço para o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

Porém um dos impeditivos do nome sair do Republicanos seria a chapa de Neto ser ocupada por dois partidos que, no primeiro turno, na seara federal, apoiem a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). O Republicanos já indicou que irá apoiar Bolsonaro no primeiro turno na Bahia.  Além disso, o PP, de Cacá Leão, pré-candidato ao Senado na chapa de Neto, deve apoiar Bolsonaro a nível nacional. Neto prefere manter um “palanque aberto” na Bahia.

Fonte: Bahia Notícias 

Deixe seu comentário