Ao lado de Rui, Caetano declara: ‘Os que traem serão lembrados como Judas’

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
e06b0775-18b2-4543-93f3-27a9a9b0362d

O secretário de Relações Institucionais do Estado, Luiz Caetano (PT) fez um discurso forte na cidade de Jitaúna, neste domingo (20), quando acompanhou o governador Rui Costa (PT) em entregas no município. No seu discurso, Caetano não citou nomes, mas falou que o “povo da Bahia não perdoará os traidores”.

“Os que traem na política são e serão tratados como Judas pelo povo. Traíram e traem a todo instante. Por isso, Rui Costa, tenha força, fé e coragem, que o povo da Bahia está junto com o senhor”, disse Caetano. Os deputados federais Jorge Solla (PT) e Paulo Magalhães (PSD) também falaram em traição em suas falas.

Prefeitos

Na agenda deste domingo (20), o governador contou com a presença de 10 prefeitos do PP em seu palanque: Patrick, de Jitaúna; Antônio de Anízio, de Itacaré; Marquinhos, de Lajedo do Tabocal; Sampaio, de Irajuba; Dr Tom, de Itamari; Manassés, de Maraú; Ulysses, de Piraí do Norte; Rosa, de Teolândia; Maria, de Ipiaú; e João Véi, de Lafayete Coutinho. Os petistas têm usado essas presenças de prefeitos progressistas em palanques de Rui para afirmar que tirarão a maioria dos prefeitos da sigla liderada pelo vice-governador e pré-candidato ao Senado pela oposição, João Leão (PP).

O governador Rui Costa ainda contou com as presenças dos vice-prefeitos progressistas Juca Muniz (Ibirataia), Niniu (Irajuba) e Willian (Itagiba). Na sexta-feira (18), o vice-governador João Leão, por meio de nota, informou que liberou a presença de prefeitos do PP em agendas com o governador; Leão inclusive ironizou e disse que, se fosse convidado, também marcaria presença nas agendas. Nos bastidores, prefeitos ligados a Leão dizem que, se não comparecerem, podem ser excluídos de convênios com o governo estadual que são fundamentais para as cidades que administram.

O evento em Jitaúna contou ainda com a presença de prefeitos, vice-prefeitos e ex-prefeitos do PT, PSD, PROS e PL.

Com Informações do Politica Livre

Deixe seu comentário