Gasolina registra alta no preço e é vendida por até R$ 7,36; média nacional se aproxima de R$ 6

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
greve-caminhoneiros

Após uma semana de altas, o preço da gasolina comum atingiu valores considerados altos, com o litro sendo vendido a até R$ 7,36. Os dados foram divulgados por uma pesquisa da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis divulgada na sexta-feira, 20. Com um aumento de 1,53% ao longo da semana, o valor médio do litro do combustível se aproximou da marca de R$ 6, ficando em R$ 5,956. Segundo a pesquisa, a região Norte foi a que concentrou o preço mais alto: R$ 7,360 registrado no Tocantins. O Sul, com o litro tendo preço máximo de R$ 7,189, e o Sudeste, que registrou valores de R$ 7,059, completam o topo da lista de regiões com maior valor. O Centro-Oeste é o último colocado do ranking, com o valor máximo de R$ 6,679. No ranking de médias de preço, o Centro-Oeste aparece na liderança com média de R$ 6,185 por litro. O Nordeste, com valor de R$ 5,994/litro, e o Norte, com preço médio de R$ 5,952, completam o pódio de maiores médias.

No ranking por Estados, o Rio de Janeiro aparece com o maior preço médio (R$ 6,485), sendo seguido pelo Acre (R$ 6,450) e pelo Distrito Federal (R$ 6,357). Na outra ponta do ranking, o Amapá aparece com o menor preço médio (R$ 5,143), sendo seguido por São Paulo, (R$ 5,626) e por Roraima (R$ 6,637). São Paulo também detém o menor valor encontrado pela pesquisa, com preço mínimo de R$ 4,990 o litro. O preço máximo apontado pela ANP foi de R$ 6,549/litro. Estado com a menor média de preço, o Amapá também ostenta o menor preço máximo (R$ 5,350) e o terceiro menor preço mínimo (R$ 5,085).

Fonte Jovem Pan News

Deixe seu comentário