Paulo Afonso-BA, 12 de maio de 2021 – 06:02

Prefeitura de Jeremoabo responde ONG Transparência, sobre dinheiro reservado às ações da Covid-19

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
??

A Prefeitura Municipal de Jeremoabo, vem perante a sociedade repudiar a matéria veiculada em site do Radialista Luiz Brito (Bob Charles). Além de rechaçar as falácias publicadas, restabelecer a verdade.

Ocorre que segundo a matéria, a suposta ONG Transparência requer saber para onde vai o dinheiro reservado às ações de combate à COVID 19, o que nada mais é que uma manobra política querendo induzir o leitor e a população a erro. Vejamos: a Prefeitura pagou cerca de R$ 10 mil apenas pelo aluguel de um veículo tipo Toro. Outra suspeita é o pagamento de pensão alimentícia a servidores do município.

Ocorre, que os supostos ilícitos mencionados pelo site que é responsável pelo o que publica e pela mencionada ONG nada tem a vê com pandemia causada pela COVID 19. Bem como, se os autores dessas acusações tem qualquer provas de suas ilações que apresentem as autoridades competentes.

Tendo ciência, que o ônus da prova cabe aquele que pratica a acusação. E aquele que provoca os órgãos públicos com falácias ou meras querê-las políticas pode incorrer no crime de denunciação caluniosa previsto no artigo 339 do Código Penal Brasileiro. Comete quem aciona indevidamente ou movimenta irregularmente a máquina estatal de persecução penal fazendo surgir contra outrem um inquérito ou processo imerecido.

Pena: Reclusão, 2 a 8 anos, e multa.

Diante disso, é cristalino buscar aqueles que se utilizam do terceiro setor para fins meramente políticos e para espalhar as terríveis fake news.Diante do exposto, a Prefeitura de Jeremoabo reafirma seu compromisso de seguir lutando por mais vacinas e para amenizar os impactos causados pela crise que enfrentamos. Seguiremos firmes, combatendo aqueles que se utilizam de fake news para tentar retornar ao poder.

Por fim, nos colocamos à disposição de qualquer cidadão e das autoridades competentes para demais esclarecimentos.

Com Informações da ASCOM

Leave a Reply