Não há nada em que mudar, vou focar nas ações em combate a pandemia, disse Flávio Henrique ao assumir a PMPA

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
unnamed

O vice-prefeito da cidade de Paulo Afonso, Flávio Henrique, assumiu o cargo de chefe do Executivo municipal, até o dia 31 de dezembro, depois de um pedido de afastamento do prefeito Luiz de Deus, atualmente internado no estado de São Paulo, em tratamento da Covid-19.

Em entrevista a RBN FM, durante o programa Ronda 93, apresentado pelo comunicador Manoel Alves, na tarde desta terça-feira (22), o vice-prefeito  esteve destacando as suas prioridades, nestes poucos dias à frente da prefeitura.

“ vamos focar neste fechamento do mandato, nas ações de combate a pandemia do Coronavírus, já que a nossa cidade registrou um aumento preocupante de casos da doenças e eventualmente em outras questões que possam surgir. Ainda neste curto prazo, a Prefeitura tem uma série de obrigações e formalidades a serem cumpridos referente ao fechamento do mandato”, disse Flavinho

Na oportunidade, Flávio Henrique disse que hoje,  quem está responsável  pela pasta de Saúde, é o subsecretário Adonel Júnior, já que Luiz Humberto, também encontra-se afastado de suas funções como secretário, após ser internado por complicações da Covid-19.

“Já estive conversando com Adonel, para tratarmos das ações em combate a pandemia e focar nestas ações como prioridade. Estou aqui a disposição para o que for necessário, para discutirmos e atuarmos na quilo que for preciso”, comentou .

Perguntado sobre a folha de pagamento dos servidores municipais, Flavinho disse que ainda iria conversar com o secretário de Finanças da prefeitura, Valdenor Teixeira, para definir esta questão.

“Não tenho como antecipar nada, estarei conversando com Valdenor, no final da tarde, para tratarmos do pagamento dos servidores da prefeitura e assim que tivermos um posicionamento, iremos está divulgando o dia em que o dinheiro estará disponível na conta dos servidores”, finalizou Flávio Henrique.

Deixe uma resposta