Paulo Afonso: “A gente ta fazendo na sacolinha, porque não tem água”, diz moradoras do Srt. Jaime

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
page

No dia das crianças, moradores do bairro Sargento Jaime, não têm o que comemorar. De acordo com eles, em entrevista à reportagem da RBN, são três meses sem que tenha água regular em casa.

“Às vezes chega de madrugada, 3 horas da manhã, e depois falta lago, nós não temos água para mais nada, nem para cozinhar, para beber e estamos fazendo nossas necessidades em sacolas de plástico”, disse um das senhoras ao repórter Thiago Nacismento.

O sofrimento das famílias já gera revolta. De acordo com uma das moradoras, ela está tão indignada que vai esperar que venham cortar a água da casa dela, e se prepara “com um machado”.

“Sem água não dá, e se vierem cortar minha água eu tenho o oi de um macho pra quem vier, se eu ver não corta, porque não é brincadeira não!, num calor desse e a pessoa sem água”, disse Maria Do Carmo.

De acordo com elas não tem água para cozinhar, para dar banhos nas crianças, não tem para nada.

Deixe uma resposta