Bahia: Rui Costa libera reuniões para até 100 pessoas e serve bem ao propósito das convenções

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
rui

A Bahia está longe de ter a pandemia de Covid-19 controlada ou em queda, como foi registrado recentemente do estado do Ceará. De acordo com a Sesab, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.881 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,1%) e 3.373 curados (+1,4%). Dos 262.299 casos confirmados desde o início da pandemia, 247.249 já são considerados curados e 9.548 encontram-se ativos.

Portanto, causa estranheza que o governador Rui Costa (PT) tenha autorizado eventos que reúnam até 100 pessoas. A mudança foi publicada no Diário Oficial da Bahia nesta quarta-feira, 02, e modificou um decreto que proibia essa quantidade de pessoas desde março, no início da Pandemia.

Causa estranheza, mas nem tanto. Basta olhar bem o calendário: neste momento os partidos políticos agendam suas convenções para o pleito eleitoral de novembro. A medida do governador veio bem a calhar, com a política, que se diga, porque no que diz respeito à pandemia é uma temeridade.

Veja por exemplo o caso de Paulo Afonso. De acordo com o Boletim Epidemiológico, nas últimas 24 horas foram mais 21 casos. São 39 recuperados e 311 ativos.

33 e três mortes. Ou seja, uma médica considerada alta, se comparada ao começo do surto, e com a possibilidade dessas reuniões com até 100 pessoas ninguém acredita que os números vão diminuir.

Rui Costa que até aqui conduziu com muita responsabilidade o combate à pandemia, derrapou.

 

Foto: Correio da Bahia. 

Deixe uma resposta