Hidrotactor para retirada das baronesas é apresentado na Prainha de Paulo Afonso

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
thumbnail_HIDROTRATOR 02

Na manhã desta terça-feira (14), a Prefeitura de Paulo Afonso recebeu da Codevasf um novo equipamento para a retirada das baronesas que chegam às margens do rio no município. A máquina, chamada de hidrotractor, foi apresentado no Balneário Prainha ao prefeito Luiz de Deus e ao secretário de Meio Ambiente, Ivaldo Sales.

A testagem está marcada para a próxima segunda-feira (20), quando os funcionários serão treinados para o manuseio. A aquisição foi realizada por meio de emenda parlamentar do ex-deputado José Carlos Aleluia.

Segundo o prefeito Luiz de Deus, o hidrotractor é um equipamento de suma importância para o município. “Desde que as baronesas invadiram as margens do rio no nosso município que a Prefeitura vem trabalhando sozinha para a sua retirada, unindo máquinas e homens, custeando todo o processo, e só suspendemos durante a pandemia para esperar a chegada dessa máquina que hoje vemos aqui. Esperamos que possamos resolver e assim devolver o nosso Balneário Prainha e lagos sem as plantas, com toda a sua beleza”, ressalta o gestor.

De acordo com o titular da pasta do Meio Ambiente, Ivaldo Sales, o governo municipal já designou alguns servidores públicos para participarem de uma capacitação para operarem a máquina. “O treinamento será realizado pela empresa responsável pelo equipamento. Fazem parte do quadro operadores, mecânicos e eletricistas. A máquina chega para dar um suporte maior nesta tarefa árdua de recolhimento das plantas aquáticas e assim os trabalhos serão realizados com mais agilidade”, afirma Sales.

Hidrotractor

O conjunto propulsor do hidrotractor HT130 possui um sistema de limpeza o qual, através do acionamento de um cilindro hidráulico, permite a elevação dos hélices de maneira que estes fiquem estendidos totalmente acima da lâmina d’água a um ângulo de 90º graus e, ao se acionar os propulsores à frente e à ré com os hélices fora d’água, a sujeira emaranhada se desgrude automaticamente dos hélices, facilitando a sua limpeza sem que o operador entre na água.

Seus propulsores também possuem um sistema de ajuste de profundidade que, através do acionamento de um cilindro hidráulico, permite que os hélices.

Fonte: ASCOM/PMPA

Deixe uma resposta