Mudança na gestão: Luiz de Deus ainda não deu a canetada final; secretários estão na corda bamba

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
DSCF6008

PAULO AFONSO – Exceto pela saída do Prof. Silva da pasta de Educação, substituído pela pedagoga Elza Brito, a caneta do prefeito Luiz de Deus (PSD) só rabiscou no segundo escalação.

O prefeito ainda não substituiu Ivaldo Sales Júnior na Secretaria de Saúde como informou a imprensa, naquilo que seria a mudança mais drástica até aqui, pois envolveria o mandato do vereador Marcondes Francisco (PSD), e também Regivaldo Coriolano (PT) que imediatamente teria que também renunciar, já que é o 1º suplente.

Marcondes simplesmente se esquiva do assunto, já Coriolano me disse ter mais de quarenta projetos em andamento em sua respectiva pasta (Turismo, Indústria e comércio) e que soube das supostas trocas pela imprensa.

“São conjecturas, eu respondo por mais de quarenta projetos que estão em andamento e não houve qualquer conversa no sentido de renunciar a mandato no caso de Marcondes Francisco desistir”, disse Coriolano. O fato é que há uma lista  grande de pessoas para serem  exoneradas e ainda é absolutamente desconhecida a razão dessas demissões, deslocamentos e trocas.

Supõe-se que Luiz de Deus estaria enfraquecendo o poder que o ex-prefeito Anilton Bastos (Podemos) ainda exerce no aparelho municipal;  a fim de enfraquecê-lo no próximo pleito, então por que nomes como Júnior Bezota (Administração), Ana Clara (SEDES) e Janinho (Cultura e Esporte) ainda são os titulares de suas respectivas pastas? Não faz o menor sentido.

“Ah, porém agora, eles perderam seus braços e pernas”, insistem aqueles que acreditam na tese de racha. Para os sobreviventes, vão-se os anéis, mas ficam os dedos. E com os dedos já sabemos dá pra fazer muita coisa. A população continua  à espera de um fato novo que mude alguma no município. Parte delas, a bem da verdade já está desalentada.

Por Ivone Lima.

Deixe uma resposta