Cara a cara ‘Mário Júnior nunca falou em acordo para votar em Jean’ esclarece vereador progressista

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
DSCF2007

O vereador Bero do Jardim Aeroporto (PP) desmentiu, após o término da sessão ordinária desta 6º feira 21, que houvesse qualquer acerto entre o deputado federal Mário Júnior e eles (Bero, Cícero Bezerra e Pedro Macário) no que diz respeito à indicação de Jean Roubert (PTB) para a presidência da Câmara Municipal.

Durante os votos contrários, sem ser muito claro, o petebista falou que “se sentiu injustiçado” e por isso não votaria em Macário, mas Mário Galinho (SD), afirmou categórico, que o projeto em torno de Jean fora elaborado ainda com o ex-vereador Antônio Alexandre, e que depois outros vereadores chegaram para a oposição, fortaleceram a bancada e cuja finalidade era de fato a eleição de Jean e uma mudança no rumos dos trabalhos no Parlamento; Galinho não culpou os colegas, mas apontou para o partido “não cumpriu o acordo”.

Ainda sob o efeito do discurso de Galinho, cara a cara, sem alteração, Bero negou tudo: “A gente do PP, eu falo de mim, de Pedro Macário e de Cícero Bezerra, certo?, o deputado Mário Júnior nunca interferiu em voto nosso e nunca se sentou com a gente para dizer que fez acordo com Jean para ser o presidente da Casa – eu gosto de Jean, admiro ele, para mim é uma pessoa excelente -, mas nunca houve esse acordo”, contradisse Bero em entrevista à Rádio Betel FM.

Mário o cumprimentou e disse que foi mal interpretado. Os dois conversaram cordialmente.

Deixe seu comentário