Se Luiz de Deus quiser Marconi Daniel ganha a presidência da Câmara Municipal

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
DSCF2696

Marconi Daniel (PHS) não é, por questões eleitorais que ficaram marcadas em alguns colegas, o nome mais palatável da Câmara Municipal. Mas depois do que fizeram os progressistas está longe de ser o mais indigesto.

O fato é que a bancada que se organizava para mandar no Poder Legislativo, tendo Jean Roubert (PTB) na proa, naufragou e muitos tentam se salvar pendurados em frágeis acordos que não ficam de pé por mais de algumas horas. Os vereadores se reúnem, ligam-se e em alguns minutos “fica o dito por não dito” para lembrar àquela velha canção.

E nessa indecisão, um político esperto que tenha boa dose de “desapego”, para não dizer outra coisa, pode se aproveitar e dá o bote preciso. É o que vem fazendo milimetricamente Marconi Daniel, pois no pior dos mundos, ainda é possível que lhe reste uma das cadeiras da Mesa, das três possíveis.

Há políticos hoje na oposição que votariam rindo em Daniel, mas não dão o gosto de ver Pedro Macário presidindo a Câmara. Convém não arriscar que esses nomes que aparecem como “zebras” se tornem um belo cavalo de Troia para tirar o sono progressista.

Vale dizer: Marconi Daniel, Leco e mesmo Edilson do Hospital (MDB), não presidirão o Legislativo, porque Luiz de Deus se abstém de qualquer acordo, o prefeito segue rigorosamente sem fazer nada para que isso se realize.

Deixe seu comentário