Triagem do Mutirão de Cirurgias é estendida até esta terça-feira (23)

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
MUTIRÃO 01

Devido à alta demanda, a Prefeitura de Paulo Afonso em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), estendeu o período da triagem do Mutirão de Cirurgias Eletivas para esta segunda (22) e terça-feira (23).

A ação disponibiliza para o município e à microrregião, operações de hérnias umbilical, epigástrica e inguinal; histerectomia (retirada de útero); colecistectomia (retirada de vesícula); amigdalectomia (amídalas) e tireoidectmia (retirada da tireoide), em pacientes de 3 a 65 anos de idade. As cirurgias acontecem a partir do dia 29, no Hospital Municipal de Paulo Afonso (HMPA), no BTN.

De acordo com a superintendente da Secretaria Municipal de Saúde, Sabrine Canonici, a triagem foi estendida para que mais pessoas possam ser beneficiadas. “Tínhamos oficialmente cinco dias de triagem, mas conversamos com a coordenação estadual, na pessoa da Paloma Potássio e solicitamos que se estendesse para mais dois dias, tendo em vista que muitas pessoas estão necessitando, mas que faltavam alguns pequenos exames”, falou.

Ela explica que durante esta segunda-feira (22) o Lacen está na tenda montada na Avenida Apolônio Sales coletando o material de quem não possuir nenhum exame sanguíneo. Sabrine enfatiza que foram agendadas 417 cirurgias ao todo, e que a redução do número com relação ao mutirão realizado ano passado é reflexo de que a fila de espera por essas intervenções está diminuindo. “Estamos com cerca da metade das cirurgias do mutirão realizado em 2017, mas isso significa que a fila de espera está diminuindo, o que é uma excelente constatação. No próximo mutirão, esperamos que reduza ainda mais, porque significa que estamos conseguindo resolver as demandas da população em determinados casos”, fala.

Canonici fala que a surpresa da triagem foi o número de mulheres que farão a cirurgia de tireoide, que somam 90, ultrapassando a meta prevista. Ela chama a atenção ainda para o desempenho da equipe durante esses dias de trabalho, ofertando à população todo o atendimento em um único dia. “Durante esses dias de triagem fizemos ultrassom, raio x, exame sanguíneo, eletro, os pacientes passaram pelo médico, enfim, foram feitos todos os procedimentos necessários em um único dia, em menos de 12 horas. Nem em um médico particular você consegue ter essa agilidade. Isso é fruto de toda a dedicação das equipes da Prefeitura e do Estado, o que nos faz ainda mais dispostos em servir à população”, explica.

Sabrine ressalta que a parceria com a Faculdade Sete de Setembro (Fasete) também foi de grande relevância, uma vez que os alunos dos cursos de Enfermagem e Biomedicina

foram responsáveis pelo acolhimento dos pacientes. “Só temos que agradecer à Fasete e a todos os parceiros que tornaram, mais uma vez, esse mutirão possível”, diz.

Ela ressalta que as cirurgias serão realizadas a partir de 29 de outubro, no Hospital Municipal de Paulo Afonso e só se encerrarão após o atendimento do último paciente. “Não podemos estimar quantos dias irá durar o mutirão, porque ele só se encerra após o último paciente ser cirurgiado, revisado e liberado”, explica.

No caso das cirurgias de retirada de tireoide, as mulheres serão encaminhadas para o Hospital da Mulher, em Salvador, e as crianças que farão a retirada de amídalas, para o Hospital da Criança, em Feira de Santana.

Deixe seu comentário