Dr. Flávio Henrique: Decisão da Câmara não torna o ex prefeito Anilton Bastos inelegível

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
11221843_10204506885782691_782984853298530607_n

A decisão desta segunda-feira (22) da Câmara Municipal de Paulo Afonso não torna o ex prefeito Anilton Bastos inelegível, essa é a opinião do ex-procurador e atual vice-prefeito do Município, Dr. Flávio Henrique Magalhães Lima. Segundo o advogado, a reprovação das contas por si só, não gera a inelegibilidade do ex-prefeito Anilton. A lei que prevê os casos de inelegibilidade diz que a decisão que reprova as contas tem que se basear em irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa e no caso dessa decisão da câmara o atual Vice-prefeito afirma que o fundamento do desvio de 27 milhões é mentiroso e foi jogado para tentar justificar o comportamento mesquinho e rasteiro de um grupo que deu um péssimo exemplo a nossa sociedade.

A votação, segundo Flávio Henrique teria sido uma manobra orquestrada pela oposição, que implicaria na inelegibilidade do ex-prefeito por oito anos. Dentre outros argumentos, Flávio Henrique Lima reconhece que os princípios de ampla defesa não teriam sido respeitados pela Câmara. Afirmando que a votação de hoje “não torna Anilton inelegível”, Flávio Henrique  diz “ter absoluta certeza de que a Justiça vai suspender essa decisão, eivada de irregularidades e totalmente política. Isso irá estabelecer a verdade e mostrar que a medida tomada pelos vereadores foi escandalosamente ilegal, apenas para criar constrangimento e confundir a população. Vamos para a justiça desfazer essa injustiça”, disse.

Por fim, Flávio Henrique afirmou que diante da forma absurda como tudo se deu, a conta dos que participaram dessa tentativa de golpe será cobrada muito em breve pela história.

Fonte: Luiz Brito 

Deixe seu comentário