Candidatura de Val derrete nas urnas e frustra sonho de eleição para a ALBA

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
kiut

O candidato que colheu maior infortúnio nas eleições deste ano foi Dernival Oliveira “Val” (PP). Inexplicavelmente, Val que costurou bem sua base de votos em todo Estado, à frente da Bahia Pesca, e que tinha na casadinha (acreditava-se ao menos em parte do Estado) o deputado federal Mário Júnior, reeleito com mais de 100 mil votos, ficou a ver navios.

Há muito, nos bastidores, comenta-se que Val estava desamparado. leia-se: sem dinheiro. Mas se dinheiro fosse tudo, como explicar, por exemplo, o fiasco de Lúcio Vieira Lima (MDB) e de José Carlos Aleluia (DEM), resguardadas as diferenças entre federal e estadual, e mais: como não comparar a vitoriosa campanha de Mário Galinho com seus  7.951 votos, Val teve apenas: 5.304, diferença de 2.647 votos em Paulo Afonso.

Val foi penalizado com a rebaba negativa dos votos dados por seu líder Mário Júnior, nas famigeradas votações para o impedimento de Dilma, em que Mário se absteve e depois, pelo voto que colaborou para a permanência de Temer, resultado que confrontava o eleitor de ambos.

Val entrou forte com 32.303 votos em 2014, e foi derretido para 17. 201.

 

Deixe seu comentário