PP finge que não vê abandono de Paulo de Deus e sua chegada triunfante ao governo do irmão

Postado por:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
kiu

Semelhante a uma noiva que espera e conta os dias para ver o príncipe encantado chegar, o Partido Progressista anunciou com bastante antecedência o apoio do ex-prefeito Paulo de Deus à candidatura de Dernival Oliveira ‘Val’ a deputado estadual.

Fruto da boa amizade que mantiveram durante a campanha de 2016, quando o PP e o MDB – então partido de Paulo – se uniram contra o grupo liderado por Luiz de Deus.

De repente, não mais que de repente, diria o poeta, “da paixão fez-se o pressentimento
e do momento imóvel fez-se o drama”, Paulo não apenas mandou às favas o apoio a Val, como volta ao convívio fraterno com seu irmão, agora braço direito.

Em tempo: a junção dos partidos se deu para a composição da chapa e, Ozildo Alves foi o vice de Paulo. Continuemos com Vinícius de Morais: “fez-se do amigo próximo o distante, fez-se da vida uma aventura errante….”

Na sessão ordinária da Câmara Municipal, desta segunda 20, o líder progressista, Pedro Macário, pode esconder bem seu olhar atrás das lentes muito escuras dos óculos que usava por conta de uma cirurgia. Ninguém sabe se era um olhar feliz ou triste, dada amizade que indisfarçavelmente nutre tanto por Luiz como por Paulo – este mais ainda.

O PP continua solitário, à espera de um novo amor, que pode ser mais uma vez os braços de Raimundo Caires. No vale a pena ver de novo.

Deixe seu comentário